A Relação dos Temperamentos no Conselho Empresarial

A dinâmica de um conselho empresarial pode ser significativamente influenciada pelos temperamentos de seus membros. Entender os quatro temperamentos clássicos:  Melancólico; Colérico; Fleumático e Sanguíneo – e como cada um deles contribui para a tomada de decisões  é essencial para o sucesso organizacional. 

Na C-Level2Board, recomendamos sempre  a diversidade de todos os tipos e níveis, principalmente quando o tema está ligado aos temperamentos, que são divididos em: 

  • Melancólico: Os indivíduos melancólicos são conhecidos por sua natureza analítica, detalhista e perfeccionista. Eles tendem a ser reservados, reflexivos e altamente focados na qualidade e precisão. As características, podem ser: detalhistas,  organizados, valorizam a lógica e a análise profunda.  Além disso, são críticos e perfeccionistas e preferem trabalhar de forma independente e em ambientes tranquilos. 

Contribuição no Conselho: Excelência em análise de dados, relatórios financeiros, identificação  de riscos, elaboração de estratégias detalhadas, garantia de que as decisões sejam bem fundamentadas e baseadas em fatos.

  • Colérico: Os coléricos são líderes natos , assertivos e enérgicos, são conhecidos por sua determinação, proatividade e habilidade  em tomar decisões rápidas. As características  consistem em serem  motivados, determinados e focados em resultados e objetivos,  com tendência dominante e assertiva , preferindo  ações rápidas e soluções pragmáticas. 

Contribuição no Conselho: Liderança e direcionamento estratégico, capacidade de tomar decisões rápidas em situações de crise, motivação e inspiração da equipe para alcançar objetivos.

  • Fleumático: Os fleumáticos são conhecidos por sua natureza calma, equilibrada e cooperativa. Eles são ótimos mediadores e preferem ambientes harmoniosos. As características se apresentam  de forma calma, pacientes, consistentes, excelentes ouvintes e mediadores,com uma tendência a evitar conflitos e estar em ambientes estáveis e previsíveis.  

Contribuição no Conselho: Mediação de conflitos, facilitação de consenso, manutenção de um ambiente de trabalho harmonioso, contribuição para a estabilidade e continuidade das operações.

  • Sanguíneo: Os sanguíneos são extrovertidos, otimistas, sociáveis, e conhecidos por sua criatividade, entusiasmo e habilidades de comunicação. Além disso, possuem  características sociáveis, comunicativas , otimistas e entusiásticas . Com uma tendência a ser em alguns momentos impulsivos e gostarem de novas experiências, além de preferir ambientes dinâmicos e criativos. 

Contribuição no Conselho: Tem uma postura voltada à criatividade, inovação, networking, relações públicas, sendo um perfil que promove a cultura corporativa positiva e engajadora.

 A diversidade de temperamentos em um conselho empresarial pode levar a uma complementaridade de habilidades e perspectivas. Na prática, enquanto o melancólico analisa detalhadamente as opções, o colérico pode liderar a implementação das decisões com rapidez e eficiência. O fleumático pode garantir que todas as vozes sejam ouvidas e que o ambiente de trabalho permaneça harmonioso, enquanto o sanguíneo pode trazer novas ideias e manter a moral alta.

Em um processo de tomada de decisão , por exemplo, a presença de diferentes temperamentos se torna primordial . Pois em análise,  o melancólico irá garantir  que todas as implicações sejam consideradas, o colérico impulsionará a ação, o fleumático assegurará o consenso e o sanguíneo trará  a inovação. Esse equilíbrio pode resultar em decisões mais bem informadas e equilibradas.

Existem ainda vários outros cenários em que a diversidade de temperamentos é benéfica, como na  resolução de conflitos, ou em relação a inovação e estabilidade, 

Além disso,  a compreensão e a valorização dos temperamentos dentro do  conselho empresarial,  ajudam a  criar um ambiente de trabalho equilibrado e eficaz. Organizações que reconhecem e utilizam a diversidade de temperamentos estão mais bem posicionadas para enfrentar desafios e aproveitar oportunidades.

Valorizar a diversidade é investir em um futuro melhor para a sua empresa. 

Outros Posts

Transformação Skills-Based: O Futuro da Gestão de Talentos nas Empresas 

A Relação dos Temperamentos no Conselho Empresarial

Nosso pensamento está evoluindo como a tecnologia?