Por que inclusão é um desafio? – A cultura que mantém o status quo pode inviabilizar sua estratégia de inclusão

Por Patrícia Queijo para C•Talent – HR Solutions

As razões pelas quais você reconhece as pessoas se torna sua estratégia. O reconhecimento vai além da remuneração e recompensas, pode ser um sinal de aprovação de um líder, um convite para liderar ou participar de um projeto, são exemplos que fazem as pessoas se sentirem pertencentes. O sentimento de pertencimento é importante para quase todas as pessoas. E a valorização os faz sentir que continuarão pertencendo, impulsionando o engajamento.

Uma cultura na qual os indivíduos se sentem confortáveis para falar o que pensam, e onde pertencer significa trazer a sua singularidade, é uma cultura de inclusão. E é isso que faz a inclusão ser um desafio. É mais fácil para os líderes trabalharem com pessoas que são similares a eles ou que são como pessoas que eles reconhecem como líderes. É mais fácil, mas não é inclusivo e pode prejudicar a sua estratégia de inclusão.

Para ter sucesso em sua estratégia de inclusão, é necessário contar com líderes que sejam curiosos e capazes de aprender (novas soluções, novas competências, aprender com os erros), líderes que demonstrem abertura, que encorajem as pessoas a compartilharem as suas perspectivas e as orientem para encontrar soluções e tomar decisões através de diálogos em que as diferenças entre perspectivas sejam construtivas.

Tendo líderes com essas características e competências, será importante reconhecer resultados alcançados de forma inclusiva. Demonstrar que confia nas pessoas fará com que se sintam seguras para serem elas mesmas, e seguramente elas estimularão esse comportamento em suas equipes. Ao mesmo tempo, você terá que deixar claro que na sua organização existem comportamentos inaceitáveis, como silenciar pessoas ou exigir que se adequem alterando sua essência.

Uma equipe de liderança que valoriza diferentes perspectivas, pessoas diversas, inovação e crescimento contínuo – mesmo que isso envolva assumir algum risco –, está construindo uma cultura inclusiva, na qual as pessoas se sentem livres para falar o que pensam e contribuir, aprendendo no processo. A gestão da mudança será ainda mais importante, uma vez que a inclusão poderá mudar a forma de fazer negócios tal como a conhecemos.

Então, por quais razões você está reconhecendo seus líderes? E as demais pessoas?

A curiosidade e o aprendizado têm espaço na sua organização?

Ao mesmo tempo que você define os princípios corretos e começa a trazer e valorizar novos comportamentos, você também deve promover um ambiente no qual seus líderes possam trabalhar efetivamente com pessoas diferentes, ouvir e abrir espaço para diferentes abordagens aos desafios.

Trabalhar em conjunto é uma forma poderosa de inclusão, os líderes devem estar preparados para inspirar a equipe na direção certa, deixando a equipe escolher como enfrentar os desafios.

Então, como você pode fazer isso e garantir que sua cultura evolua para viabilizar sua estratégia de inclusão?

  • Escolher as pessoas pelo que elas podem trazer e reconhecê-las pelos resultados relacionados a isso (curiosidade, aprendizado, escuta, gerenciamento de mudanças, juntamente com competências-chave relacionadas ao negócio)
  • Promova o trabalho em equipe em todos os níveis para encontrar soluções para o que é relevante para o sucesso do seu negócio
  • Ajudar os líderes no processo de mudança, deixando de lado a resistência (habitual ou silenciosa), apoiá-los para aprenderem a ouvir ativamente, trazer talentos diversos e dar voz às pessoas
  • Certifique-se de ter sessões de diálogo com todos os níveis da organização e explorar dados como rotatividade, pesquisa de cultura e até insights externos
  • Certifique-se de que seu programa de reconhecimento e recompensas esteja alinhado com a abordagem acima e que a coerência fortaleça sua estratégia.

Outros Posts

A Relação dos Temperamentos no Conselho Empresarial

Nosso pensamento está evoluindo como a tecnologia?

Conselho Consultivo: Como tomar Decisões de forma eficaz